Posted on

5 dicas para visitas educativas em museus de arte

Algumas orientações auxiliam a realização de visitas em museus de arte possibilitando que os visitantes realizem um olhar mais detalhado e aprendam de forma mais efetiva sobre os trabalhos expostos. O MOMA faz um trabalho de pesquisa bastante aprofundado sobre as melhores práticas educativas em museus resumimos algumas de suas orientações em 5 dicas:

1 – Faça perguntas abertas

Um dos maiores desafios no trabalho com arte é fazer os alunos desacelerarem e olharem para a obra de arte. Um meio para fazer os alunos se focarem é fazer peguntas abertas. Perguntas abertas são aquelas que pedem respostas diferentes de “sim” e “não”. Perguntas abertas fazem os alunos ter ideias, observações e mesmo criar interpretações sobre a obra de arte e analisar o que eles veem sem ter nenhum conhecimento primário sobre a obra de arte.

2 – Informações por camada

Ao começar o debate com perguntas abertas, é importante validar os pensamentos dos estudantes com informações sobre a obra. Não dê toda a informação a princípio, mas insira as informações conforme os diálogos ocorrem.

3 – Incorpore atividades

Em um debate aberto sobre a obra de arte, muitos estudantes podem se sentir desconfortáveis em expor suas ideias e observações. É importante durante as observações incorporar atividades que envolvam outros tipos de habilidades: visual, a partir de desenhos, corporal, a partir de imitação das posturas. Ao envolver atividades que envolvam outros tipos de habilidades, você pode obter respostas que você não teria em uma conversa.

4 – Faça conexões

Quanto mais conexões você fizer entre as ideias dos alunos e a obra de arte, mais envolvidos os alunos ficarão e mais informações irão assimilar.

5 – Reflita

Após fazer todas essas atividades, é importante ter um tempo para refletir e sintetizar o que os alunos aprenderam. Você pode fazer perguntas sobre as ideias que tiveram, ou o que eles aprenderam sobre a obra que eles não conheciam ou você pode propor uma atividade de desenho ou escrita. É importante sintetizar e refletir sobre o que os alunos aprenderam

Ao incorporar essas dicas ao seu trabalho você terá um envolvimento maior de seus alunos com as obras de arte!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *